Jovens formados na Escola da Escolha prontos para levar sua experiência pelo Brasil

Jovens formados na Escola da Escolha prontos para levar sua experiência pelo Brasil

Mais de 340 jovens egressos da Escola da Escolha, de diferentes cidades de Pernambuco, estão prontos para ir aos estados e municípios onde o ICE implanta escolas em tempo integral, a partir de fevereiro de 2019. Eles passaram por seleção, formação de uma semana sobre as Ações Protagonistas desenvolvidas pelo ICE, e vivenciaram na prática a Escola da Escolha ao longo do seu Ensino Médio. Agora eles serão multiplicadores do modelo junto às novas escolas implantadas no país.

 

As Ações de Protagonismo desenvolvidas pelo ICE e realizadas nas implantações das novas escolas incluem a Formação Inicial dos professores que atuarão nas Escolas da Escolha, o Acolhimento dos estudantes, dos professores e pais e responsáveis e a Semana de Protagonismo, momento em que os estudantes são estimulados, dentre outras práticas, a formarem os Clubes de Protagonismo, onde irão viver ainda mais intensamente a prática protagonista dentro da escola.

 

O primeiro contato dos Jovens Protagonistas egressos da Escola da Escolha é com as novas equipes escolares, na Formação Inicial das Equipes Escolares. Thaynã França, de 24 anos, formada na Escola de Referência em Ensino Médio Ginásio Pernambucano em 2011, reconhece a missão que eles têm a cumprir nesse momento como “uma oportunidade de contar a experiência que vivemos nessas escolas, falar da importância de práticas como a Pedagogia da Presença, a relação de igualdade e troca com os jovens e a Escuta Ativa por parte da equipe escolar. Além do sentimento de pertencimento que o jovem tem nessa escola e que eles também, consequentemente, devem ter”, detalha Thaynã.

 

Vitor Arruda, jovem egresso da Escola da Escolha em Gravatá, resume o que o grupo de Jovens Protagonistas fazem quando levam as Práticas Protagonistas aos estudantes das novas escolas. “Aquilo que transformou a nossa vida vai servir de referência para a vida de tantos outros jovens, que vão entender que a vida deles é muito grande para ser qualquer coisa e que eles têm que acreditar que é possível ser mais”, conta.

 

O Instituto de Corresponsabilidade pela Educação atua diretamente juntos às Secretariarias Estaduais e Municipais de Educação, assim como às escolas em implantação. O modelo já foi implantado em 17 estados, das regiões Nordeste, Norte, Centro-Oeste e Sudeste do Brasil.